4.5.2021

Do Autorama ao Tesla

Pedro Schaan, CEO da Zletric, conta um pouco sobre a sua trajetória e como o sonho de criança acabou trilhando o seu futuro.

Do Autorama ao Tesla

Felizes aqueles que puderam, assim como eu, ter crescido em um Brasil onde era possível ter liberdade para jogar bola na praça, andar de bicicleta pelo bairro e brincar com os amigos na rua

Meus pais trabalhavam muito e sonhavam em dar uma educação de “primeiro mundo” aos seus três filhos. Construíram uma casa na beira do rio que banha Porto Alegre e iniciei meus estudos em uma escola estadual do bairro.

Nessa época, eram comuns as marcas Kichute, Kisuco, Taco-bola, Caloi, Monark, BMX, Hering Rasti e a mais almejada, sem sombra de dúvidas, era a Estrela, fabricante de brinquedos.

No Natal de 1985 ganhei um Autorama, brinquedo composto por um circuito de corrida para dois carros elétricos, onde era possível montar o trajeto com túneis, curvas, contadores de voltas... Era o brinquedo do momento!

Funcionava assim: um duelo de participantes em algumas voltas na pista do vizinho, sempre mais desafiadora e desconhecida, até o limite do tempo que o transformador de energia esquentava – ou a mãe de alguém gritava para o jogador voltar para a casa, o que era sinal de perigo máximo!

Aquele cenário repleto de dúvidas e tentativas, como solucionar os problemas de energia dos transformadores, levaram aquele curioso menino a um caminho que forjaria o seu futuro.

O menino cresceu, acabou na faculdade de Engenharia Elétrica na UFRGS e caiu na realidade que enfrentamos, com empregos escassos, empresas fechando ou migrando suas operações para outros países e dificuldades para empreender em uma sociedade acostumada a uma vida previsível.

E agora? O que fazer para conquistar meu lugar no mundo?

Fui pelo previsível: diploma, emprego, casamento, filhos, mais financiamentos e um monte de altos e baixos. Não estava legal assim. Em um Brasil com tantas necessidades, por que não podemos mudar a realidade de quem vende o básico e compra o tecnológico de fora?

Um mundo verde está batendo à nossa porta. Em 2020, em meio à pandemia, foram vendidos 3,2 milhões de veículos elétricos no mundo. Todas as montadoras já anunciaram que migrarão seus produtos para elétricos. No Brasil, temos um mercado de mais de 40 milhões de veículos elétricos e são esperados mais de 2 milhões em 2030. Onde esse povo todo vai carregar seus carros, gente?

Sabe aquele futuro sonhado à beira das corridas de carrinhos elétricos? Pois é, chegou! Uma oportunidade dessas, com um mercado tão favorável, excelentes parceiros, investidores e um time incrível tornou possível a criação da Zletric, uma empresa com tecnologia brasileira, que está construindo uma rede nacional para recarga de veículos elétricos.

Passaram-se quase 20 anos desde a entrega do “canudo” de Engenheiro e quase 40 desde as primeiras aceleradas nos carrinhos elétricos da Estrela, e a oportunidade de estarmos carregando carros elétricos da Tesla, uma marca tão desejada, é um momento de grande celebração.

O caminho longo e árduo de empreender no Brasil tem que ser acompanhado de uma fé inabalável em que temos condições de desenvolver tecnologia alinhada a um mundo sustentável, criando um ambiente promissor para além da nossa geração.

Desafie-se! Vale a pena, é possível e é transformador para todos nós!

Pedro Schaan, Maker de um futuro mais sustentável.

Compartilhe nas redes

Conecte-se com a Zletric

Assine nossa newsletter e receba as novidades.

Obrigado! Em breve, você receberá as novidades por email.
Algo deu errado. Tente novamente!

Ao inserir seus dados pessoais, você concorda que seus dados sejam tratados de acordo com nossa Política de Privacidade.

Conecte-se




Outros posts

Baixe agora o App Zletric e conheça nossas estações de recarga